REGRAS PARA SE FAZER O POEMA VARANO

domingo, 8 de maio de 2011

Na Paz com a Lua


Calam-se as vozes diante dos encantos
Que o teu encanto tenta disfarçar...
São teus candores, fazes bem guardar...
Deixa que o amor nos faça os acalantos...

Ah ... Como é bom sentir-te benfazeja!
Não sabes tu quão bem isso me faz...
O meu desejo aumenta em tua paz
Só teu amor meu coração deseja...

Caem os muros, abrem-se as portas
E a mim só importa o que também te importa
Pois é em ti que está meu coração...

Calam-se vozes, emudecem prantos
Não há sofrer, não há mais desencantos
- Deus abençoa a nossa união!