REGRAS PARA SE FAZER O POEMA VARANO

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Pedaços de nós dois

Por onde você anda?... Há tempos não a vejo...
Aquela foto antiga está descolorindo,
se torna agora tênue imagem, se esvaindo...
Já não reflete o brilho do que foi desejo...

Por onde andam os pés que um dia aqui andaram?...
E o sorriso terno e meigo onde andará?
E o pensamento sempre igual ao meu?... Sei lá...
Onde andam aquelas mãos que um dia me afagaram?...

Parece que sua sombra ainda anda por perto,
mas já não é o oásis desse meu deserto...
Não há mais o jardim... Nem flores... Nem botões...

Veio uma tempestade forte que assolou,
abriu uma fenda enorme e em mágoas enterrou
pedaços de nós dois e nossos corações...