REGRAS PARA SE FAZER O POEMA VARANO

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Ausência

Cai a cortina do dia
Com ela vem a saudade
Que tua lembrança irradia
Numa ausência que me invade...

Essa ausência rotineira
Que me invade e me entristece
Fica em mim a noite inteira
Me deixa quando amanhece...