REGRAS PARA SE FAZER O POEMA VARANO

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

OBRIGADO!















A tua imagem surge a todo instante,
A cada passo meu, por esse mundo!
Contemplo o céu longínquo e, num segundo,
Vislumbro o teu sorriso lá distante...

Paro as andanças minhas, pra sentir
Um pouco da presença que me trazes,
E mesmo por momentos tão fugazes,
Sinto a felicidade do existir!

És tu a Lua, a Lua és tu, são gêmeas,
Esplendorosamente, belas fêmeas!
Volto correndo a ti, que já conheço!

Não ando mais sozinho e moribundo,
Pois tenho, em ti, o amor maior do mundo!
Aos céus bendigo... A Deus eu agradeço!

Leave your comments
Deixe seu comentário