REGRAS PARA SE FAZER O POEMA VARANO

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

EU VI PALMEIRAS A TESTEMUNHAR













Em plantação medida e enfileirada,
Na exuberância nobre de sua copa,
Em coluna por um perfila a tropa
De palma imperial tão bem plantada!

Gigante, o caule avança rumo ao céu,
Levando a copa verde e tremulante,
Para ser vista ao longe, bem distante,
Qual fosse a exibição do seu troféu!

Palmeira secular, mais que um enfeite,
Algures, referência ou fiel deleite,
Aos olhos de quem ama a natureza!

.........................................................
Sobra-lhe hoje, do alto do seu porte,
Testemunhar distante a tanto corte
Da mata que sucumbe sem defesa!...

Leave your comments
Deixe seu comentário