REGRAS PARA SE FAZER O POEMA VARANO

sábado, 16 de março de 2013

TRANSPONDO O LONGE (um poema varano)



Na brisa mansa
Minh’alma alcança
Teu pensamento
Que traz o alento
... Nesse transpor

A noite vem
Como neném
E nos teus braços
Tenho os abraços
... De um sonhador

Não há senão
Que ao coração
Possa impedir
De te sentir
... Com tanto amor!