REGRAS PARA SE FAZER O POEMA VARANO

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

FORA A DEVASTAÇÃO !












Planeta azul!... Do alto eu o vi girando!
Foi como navegar num dirigível,
pairar, ficar de cima apreciando,
olhar o que, à distância, era possível!

Voltei para o planeta, apreciando;
fiz nele a volta pelo impossível;
abominei o mal, o que é nefando...
Nunca mais digo ao mundo o indizível!

Vivemos num planeta tão bonito,
onde a beleza existe em todo canto
E o céu ao fundo, azul, parece um manto!...

Devo agora bradar ao infinito:
Cuidemos do Planeta, desse encanto!
Fora a devastação!... Eis o meu grito!

Leave your comments
Deixe seu comentário