REGRAS PARA SE FAZER O POEMA VARANO

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

GALOPE À BEIRA MAR Nº 1


Corria entre o verde do seu milharal,
Qual fosse um anjo voando no céu!
Corria ao relento fazendo escarcéu,
Brincando ao vento chamado terral,
Nos muitos folguedos no grande quintal,
Na calma e na brisa daquele lugar!...
Agora passeia, tentando lembrar
Das brancas areias, do verde das matas,
Mas, já não mais ouve o som das cascatas
E corre sozinho na beira do mar!...