REGRAS PARA SE FAZER O POEMA VARANO

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Ais em desencanto

Quebrado o encanto
Já não há mais canto
Só dor, muito pranto
Sem um acalanto
Para consolar!

Encanto quebrado
Há pranto chorado
Há peito apertado
Amores findados
Não há o que falar!

De tão destroçados
Os ais são pensados
Os risos guardados
Sofridos, calados
São ais de amargar!