REGRAS PARA SE FAZER O POEMA VARANO

domingo, 10 de julho de 2011

RONDEL II

Saudade é dor escondida
Que permeia o coração
Traz esperanças à vida
Às vezes, doce ilusão!

Traz a emoção revivida
Nas visitas da paixão
Saudade é dor escondida
Que permeia o coração

É vida que foi vivida
Que o tempo dá de lembrança
Saudade é dor conhecida
Que guardamos como herança...
Saudade é dor escondida!