REGRAS PARA SE FAZER O POEMA VARANO

sábado, 18 de junho de 2011





TAPERA


Tapera feita em tijolo
Em tijolo artesanal
Sem adorno, sem reboco
Atrás um belo quintal
Lá serei o teu consolo
Não haverá desconsolo
Mas um fundo musical
De pássaros a cantar
Como em canto de louvor...
A brisa a soprar de leve
A embalar os pés de flor
Trará nos flocos de neve
O tom de branco mais leve
Das flores trará o olor...

Na tapera de tijolo
Eu te darei meu consolo
Tu me darás teu amor...