REGRAS PARA SE FAZER O POEMA VARANO

quinta-feira, 5 de maio de 2011

Nunca esmoreça


Quando houver desinteresse
Rondando sua cabeça
Corte o mal antes que cresça
Não deixe que o amor feneça
Mude a malvada rotina
Inove no que fascina
Não morra, nunca esmoreça!
Não deixe que o pessimismo
Crie pra você um abismo
Troque as lentes dos seus olhos
Afaste-se dos abrolhos
Deixe que o Bem prevaleça!