REGRAS PARA SE FAZER O POEMA VARANO

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

O coco e a cocada (trova)

Vi o coco e a cocada
Conversando alegremente.
Ele cru, ela queimada,
Mas mesmo assim sorridente!

Ele branco e sem doce
Ela já toda melada
Pediu a ele que fosse
Buscar uma água gelada.

 no meio da viagem
Ele encontrou um facão
E alguém cheio de coragem
Querendo descer a mão!

O coco como era esperto
Rolou pela ribanceira
Trouxe a cocada pra perto
Lambuzou a casca inteira

E o facão quando baixou
Resvalou no lambuzado
Bateu na terra e pulou
E nunca mais foi achado

Naquele dia então
Cocada e coco, os dois juntos,
Quase entraram no facão
Mas não viraram defuntos!